No menu items!
11.3 C
Vila Nova de Gaia
Sábado - 2 Março 2024

Bolsa atribuída aos alunos do ensino superior rondam os 5862 estudantes

Destaques

Segundo notícia avançada pelo governo o ano de 2023/2024, assegura que quase 6 mil alunos foram avisados no dia 27 de agosto, por SMS que vão receber bolsa de estudo. É a primeira vez que os apoios são atribuídos na fase de colocação.

No dia em que começam as matrículas no ensino superior, há 5862 alunos que podem inscrever-se já com a garantia de que terão uma bolsa de estudo durante o próximo ano letivo.


Pela primeira vez, “e como estava anunciado pelo Governo, a atribuição de bolsa requerida por estudantes beneficiários de abono de família até ao 3.º escalão foi divulgada no mesmo dia das colocações da 1.º fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público. “lê-se na notícia do governo. Os beneficiários foram avisados por SMS ao longo do dia de ontem e a informação está, desde então, disponível na área reservada a cada aluno na plataforma de atribuição de bolsas de estudo.


As bolsas agora atribuídas serão pagas já no mês de setembro, o que antecipa de forma muito significativa o calendário dos anos letivos anteriores, que remetia as decisões para o final do mês de setembro e os primeiros pagamentos para finais do mês de outubro.


Seguem-se nos próximos dias as decisões relativamente aos candidatos à atribuição de bolsas + Superior, que visam apoiar a fixação de estudantes em instituições localizadas no Interior.

Esta antecipação pretende garantir melhores condições aos estudantes no ingresso no ensino superior, num ano letivo em que haverá um reforço dos apoios sociais, não só através do aumento do valor máximo das bolsas de estudo, mas também do alargamento do universo de beneficiários.

O valor a partir do qual é atribuída bolsa de estudo sobe agora para os 11.049,89  euros de rendimento per capita anual. Desde o ano letivo de 2021-2022, o limiar de elegibilidade para acesso a bolsa aumentou 23%.


Os complementos de alojamento também vão ser aumentados face ao ano letivo anterior.

Mais alunos carenciados no Ensino Superior

O reforço dos apoios sociais corre a par com um aumento muito significativo do número de estudantes carenciados que ingressa no ensino superior. Na primeira fase do concurso nacional de acesso foram colocados 2810 estudantes beneficiários de escalão A de ação social escolar, um valor que duplica os números do ano anterior.


Deste total, 1013 alunos são colocados através do novo contingente prioritário, assegurando um maior acesso destes estudantes aos cursos mais competitivos – o número de alunos com escalão A colocados em cursos de excelência aumentou 29%.

Ver Também

Solidariedade e empreendedorismo: as marcas do percurso de Casimiro Gaspar na Flórida

A comunidade lusa nos Estados Unidos da América (EUA), cuja presença no território se adensou entre o primeiro quartel...