No menu items!
22.1 C
Vila Nova de Gaia
Segunda-feira - 24 Junho 2024

“Horizonte Europa tem de ser mais flexível para responder ao inesperado”

Destaques

Carece de ser mais flexível para responder ao inesperado, como os desafios derivados da pandemia ou da crise geopolítica”, recomendou a Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, na reunião informal dos Ministros responsáveis pela Competitividade na União Europeia, vertente Investigação, realizado em Santander, em Espanha.

Na reunião realizada no âmbito da presidência espanhola do Conselho da União Europeia, foi debatido o Plano Estratégico Horizonte Europa 2025-2027, publicado recentemente pela Comissão Europeia, o qual sublinha o papel dos investimentos em Investigação e Desenvolvimento e Inovação (I&D&I) na resposta aos desafios atuais e na transferência da excelência científica para aspetos políticos, socioeconómicos e ambientais fundamentais para a Europa e os seus Estados-membros.

Sobre o documento, Elvira Fortunato referiu que «é fundamental que o Plano Estratégico evolua para um documento mais simples e direto, facilitando os níveis de participação de uma diversidade de atores», de forma a que seja dada «mais atenção à participação da sociedade e dos cidadãos, a fim de assegurar uma compreensão adequada e a importância das atividades de investigação e inovação».

Durante esta reunião, os Ministros refletiram também acerca da importância e impacto da diplomacia científica, tendo Elvira Fortunato relembrado as diversas dimensões a ter em conta: diplomacia para a ciência, ciência para a diplomacia e ciência na diplomacia.

Nesta última dimensão, e no sentido de aproximar a ciência das entidades sociais e económicas e demais sociedade, a Ministra portuguesa recomendou um maior envolvimento dos Embaixadores sugerindo ser relevante que «recorram a investigadores como conselheiros científicos em missões diplomáticas».

A presidência espanhola apresentou, durante a reunião ministerial, o projeto internacional Fusion Materials Irradiation Facility – Demo Oriented NEutron Source (IFMIF-DONES), uma nova infraestrutura de investigação, a ser instalada em Granada, para ensaio, validação e qualificação dos materiais a utilizar em futuras centrais elétricas de fusão, como a DEMO (um protótipo de reator de fusão de demonstração).

Elvira Fortunato congratulou a iniciativa e disponibilizou-se para «consolidar e aprofundar o conhecimento científico nesta área», adiantando que Portugal está a analisar o nível de participação adequado no projeto IFMIF-DONES.

Ver Também

Os Homens deste Governo que traíram os ex-combatentes

Este Governo tem os mesmos Homens que fecharam o centenário Instituto de Odivelas. Aguiar Branco numa coligação PSD/CDS, como ministro...