No menu items!
12.3 C
Vila Nova de Gaia
Sexta-feira - 1 Março 2024

Luxemburgo está a perder terreno face à emigração de Portugueses cujo destino se centra mais nos Países Baixos

Destaques

Em 2022, segundo do Observatório da Emigração que recebeu dados do Central Bureau voor de Statistiek, entraram 4.533 portugueses nos países baixos no ano passado. O que que representa um acréscimo de 33,1% comparativamente ao ano anterior.

O organismo contabilizou um total de 378,122 entradas de estrangeiros no país, tendo os portugueses representado 1.2% desse total.

Depois de em 2021 se ter registado um aumento acentuado (+76.2%), em 2022 a emigração portuguesa para os Países Baixos volta a crescer (+33.1%), tendo-se atingindo o valor mais alto de entradas da série em análise.

O aumento da emigração portuguesa para os Países Baixos ultrapassa a registada no Luxemburgo (3,633 entradas em 2022), destino de eleição na Europa da emigração portuguesa. Ao longo da série temporal em análise (2000-2022), a emigração portuguesa para a Holanda teve um valor mínimo em 2005, com 830 entradas, e um crescimento muito acentuado entre aquele ano e 2008. Uma ligeira descida entre 2013 e 2015 foi substituída por um crescimento contínuo nos anos seguintes, com o valor máximo da série a registar-se em 2022, com 4,533 entradas.

Talvez tenha a ver com a mão de obra cada vez mais qualificada que sai para emigrar, e a Holanda ofereça trabalho mais específico e salários mais atrativos, como tem sido avançado em vários órgão de comunicação social, a este respeito.

Ver Também

EXCLUSIVO: Bem-Vindos ao Mundo das Novas Tecnologias: A Nanotecnologia é um mundo onde ainda há muito por descobrir

Eng. António Braz Costa, Diretor-Geral do CeNTI. Em entrevista ao CeNTI, Centro de Tecnologia e Inovação (CTI), o seu Diretor-Geral...