No menu items!
11.1 C
Vila Nova de Gaia
Sexta-feira - 1 Março 2024

Paralímpicos no Canadá na corrida aos pontos

Destaques

O Jornal Comunidades Lusófonas esteve a conversar com Isabel Silva, técnica desportiva da Federação Portuguesa de desporto para pessoas com deficiência – são os que tutelam o Boccia, Pcand. Encontra-se no Canadá para garantir os pontos necessários nos paralímpicos de Paris 2024.

O Comité paralímpico, que se encontra atualmente no Canadá, em Montreal, é composto por cinco atletas que se enquadram nas seguintes fases: André Ramos, 26 anos BC1, masculino; Ana Correia BC2; José Gonçalves BC3; Ana Sofia Costa BC3 e Domingos Vieira no BC4.

Estes atletas têm como objetivo, desde o dia 25 de abril até ao dia 29, angariar pontuação para os paralímpicos em Paris 2024.

Hoje (29 de abril) no Canadá é o último dia das individuais, André Ramos, vai jogar as meias finais da sua classe Bc1 masculino, para o ranking de pontos.

Esta equipa já esteve na Croácia anteriormente, nesta competição para assegurar o lugar. Donde trouxeram 3 medalhas individuais, e coletiva. Ficaram em primeiro em BC3. E a equipa BC2 e BC1 onde ganharam no mesmo país.

Este sábado 29 de abril, termina a competição no Canadá, os individuais bem como a competição coletiva.

A prova mais importante este ano vai ser na Holanda, de 6 a 14 de agosto. Em outubro terá lugar em Portugal, também para assegurar a pontuação.

As provas de agosto, na Holanda, dá apuramento direto “e temos 10 pessoas para lá irem”, afirma Isabel Silva. Todas as provas são para garantir um lugar nos paralímpicos.

Para o ano, em março de 2024, terão a possibilidade de realizar a última prova de qualificação.

Ver Também

EXCLUSIVO: Bem-Vindos ao Mundo das Novas Tecnologias: A Nanotecnologia é um mundo onde ainda há muito por descobrir

Eng. António Braz Costa, Diretor-Geral do CeNTI. Em entrevista ao CeNTI, Centro de Tecnologia e Inovação (CTI), o seu Diretor-Geral...