No menu items!
16.5 C
Vila Nova de Gaia
Quarta-feira - 22 Maio 2024

Unicef apoia resposta às chuvas no Rio Grande do Sul

Destaques

© Agência Brasil/Gilvan Rocha – As águas das enchentes subiram em Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

Em articulação com governo federal e estadual, Unicef apoia na avaliação da situação de crianças e adolescentes abrigados; fundo da ONU ainda dará apoio técnico para encaminhamento daqueles separados de pais e responsáveis e doará kits a abrigos.

Assegurar a proteção integral de crianças e adolescentes é prioridade do Fundo da ONU para Infância, Unicef, em meio às fortes chuvas e inundações que assolam o Rio Grande do Sul desde a semana passada.

Neste cenário de emergência, a agência da ONU está organizando ações de assistência técnica com os governos federal e estadual, especialmente Assistência Social, Defesa Civil e Direitos Humanos, e com parceiros da sociedade civil.

Apoio a crianças e adolescentes

O apoio do Unicef abrange diversas áreas, incluindo levantamento de informações sobre crianças, adolescentes e mulheres em abrigos, apoio técnico para reunificação familiar, distribuição de kits de saúde menstrual e proteção para adolescentes, e orientações sobre higiene e saúde.


© PR/Ricardo Stuckert – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva analisa a devastação após as enchentes de Porto Alegre, no sul do Brasil

O coordenador de Emergências do Unicef no Brasil, Gregory Bulit, explica que em um contexto de abrigo provisório, é essencial mensurar e avaliar a situação de crianças, adolescentes e mulheres.

Para isso, a Unicef realizará um levantamento em parceria com a Defesa Civil e a Secretaria de Assistência Social do Estado, em mais de 90 abrigos de Porto Alegre, para entender as necessidades da infância em meio à grave emergência.

Neste momento, 66 mil pessoas estão alojadas em abrigos com variados níveis de infraestrutura, com casos reportados de crianças e adolescentes separados dos pais e responsáveis.

Abrigos infantis

Para apoiar nessa frente, o Unicef está a promover apoio técnico ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania para garantir a correta identificação, encaminhamento e reunificação, quando for o caso, dessas crianças e adolescentes, atuando também em ações de comunicação de risco com gestores de abrigos para que assegurem os direitos desse público em situação de alta vulnerabilidade.

Paralelamente, 34 kits educacionais serão enviados nos próximos dias ao Rio Grande do Sul, para serem encaminhados para abrigos, por meio de doação à Defesa Civil, contendo itens educacionais e jogos recreativos, beneficiando mais de 3 mil crianças. Juntamente com os kits, está prevista a criação de espaços amigáveis para crianças em abrigos.

Estão previstos também entregas relacionadas a dignidade menstrual e proteção de meninas adolescentes, assim como orientações sobre acesso à água potável, higiene de bebés e prevenção de doenças hídricas.

Como ajudar

Para apoiar a resposta do Unicef às chuvas no Rio Grande do Sul, podem fazer doações de qualquer valor através do PIX para pix@unicef.org. Em caso de dúvidas, o canal de contacto é o 0800 605 2020.

Empresas, fundações e filantropos interessados em apoiar podem entrar em contacto através do e-mail parcerias@unicef.org.

As chuvas no Rio Grande do Sul causaram um rastro de destruição no Estado e geraram a declaração, pela Defesa Civil, de alerta de Calamidade Pública nível 3, o mais alto do país. 

Segundo o último boletim da Defesa Civil, de 8 de maio, são 414 municípios com mais de 1,4 milhão de pessoas afetadas e quase 159 mil desalojadas, com 83 mortes registradas até o momento. 

Ainda há previsão de chuvas para os próximos dias em partes do estado e serviços como abastecimento de água estão severamente prejudicados na capital Porto Alegre e outros municípios. 

*Com a reportagem do Unicef Brasil

Ver Também

EXCLUSIVO: Lusodescente é Vereador do município Londrino de Lambeth

Diogo, nasceu em 1998 em Lambeth (o município londrino com mais falantes de português no Reino Unido), é descendente...